terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Memória timesdors: Equipes extintas de Bagé - Parte II

Memória timesdors: Equipes extintas de Bagé - Parte I
     
      Na década passada, o Jornal Minuano de Bagé trouxe um resgate fotográfico de equipes do futebol da cidade que se perderam no transcorrer do tempo. Fotos raras e informações únicas para aqueles que gostam de reviver o passado do nosso futebol. Nesta segunda parte mais quatro equipes inéditas:

14 de Julho



      Até a década de 1960 o 14 de Julho, rubro-negro bageense brilhou e marcou época no futebol amador da cidade de Bagé.
    O clube teve no saudoso Érico Quadros, o Maninho, então funcionário da antiga Casa Ipiranga de Tecidos, um batalhador incansável. Defendeu seu clube dentro e fora de campo por muitos anos.
      Esta foto é do final de 1962 e mostra o 14 de Julho que venceu a decisão do campeonato amador contra o Terezinha por 1x0, gol marcado por Colono.


Da esquerda para a direita, aparecem na foto, na goleira dos fundos do Estádio “Antônio Magalhães Rossell”, Maninho, Nélson Moura, Candão, Miro, Adão, Cléber, Alberto, Lauro Fontoura, Bernardino Saavedra, Mário Facão, Colono e Alfredo Habiaga.

 Bazar da Moda



     Um apaixonado pela história de Bagé, o comerciante aposentado Carlinhos Peduzzi, guarda com orgulho uma foto do time do Bazar da Moda no final da década de 1930.  




 Roma Futebol Clube




    Dez anos de domínio absoluto. Deca campeão não é um termo muito comum, especialmente no futebol. Afinal, difícil imaginar que uma equipe venha a ganhar 10 títulos consecutivos num único certame, estabelecendo uma supremacia esmagadora. 
    Pois isto aconteceu em Bagé, mais precisamente na categoria 35 anos da Liga Bageense de Futebol de Veteranos.
A autora da proeza foi a equipe do antigo Roma, que foi campeã 10 vezes sucessivas, a partir de 1977.
    O alviverde contava com vários ex-jogadores profissionais da cidade e outros que surgiam, obtendo memoráveis resultados em sua rápida trajetória.



Na foto, o time da época, aparecendo, em pé, da esquerda para a direita, Geraldo Baiano, Parafuso, Gasolina, Nanão, Cachorrão, Brito e o treinador Biruca. Agachados, Medina, Valmir, Aíta, Nei, Odair Veiga e Léu Caratê.



Roma FC - Em pé, da esquerda para a direita, aparecem Venusino, Sérgio Cabral, Nei Robaina, Betão, Solis Rodrigues, Jorge, Athayde Tarouco e Luiz Carlos Veiga. Agachados, Carlai, Aíta, Jonas, Eusébio e Valdenir.

 São Cristóvão



     O São Cristóvão, que reunia um grupo de amigos das Rua Barão da Triunfo e da Rua Osório, especialmente, foi um dos símbolos de uma época em que o futebol amador na cidade era fortíssimo e sempre revelava talentos para os clubes profissionais de Bagé, pois naquela época Grêmio Bagé e Guarany disputavam a elite do futebol gaúcho.

Em pé, da esquerda para a direita, aparecem Coruja, Edvaldo, Noronha, Micuim, Negrinho e Doca. Agachados, na mesma ordem: Neizinho, Balão Preto, Carlinhos, Mário Facão e Charreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário