sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Estádio Vermelhão da Serra de Passo Fundo/RS

Nome: Vermelhão da Serra
Cidade: Passo Fundo/RS
Endereço: Avenida Presidente Vargas, 3495 - Bairro São Cristóvão
Clube: Esporte Clube Passo Fundo / Grêmio Esportivo e Recreativo 14 de Julho (até 1985)
Capacidade: 20 000
Dimensões do Gramado:
Inauguração: 09.02.1969 (14 de Julho 2 X 0 Aimoré)
Status atual: ativo
Público recorde: 18.350 no jogo Passo Fundo 1 x 2 Grêmio em 20.05.2000
Primeiro gol: Mariotti

     As negociações para a construção do Estádio Vermelhão da Serra iniciaram no ano de 1964, quando o GER 14 de Julho resolveu que o velho Estádio Celso da Cunha Fiori estava pequeno para as pretensoes do clube, que logo após ascendia para a divisão especial do estado. 
      A área que estava o velho reduto colorado foi utilizada para a construção da rodoviária de Passo Fundo e o Bairro São Cristóvão passava a ser a nova casa do Brasinha.
      As obras começaram definitivamente no final do ano de 1966, quando o clube passou a realizar campanhas para arrecadar fundos para a compra de materiasi de construção e o pagamento do combustível das máquinas cedidas pela prefeitura.
      O Estádio foi inaugurado em fevereiro de 1969, quando o clube se firmava na elite do futebol gaúcho. E logo passou a abrigar grandes jogos do Campeonato Estadual.
       Na década de 1970, houve um projeto que previa a ampliação do Vermelhão para capacidade de 75 mil pessoas! Inspirada no Estádio Asteca no México. Que por sorte não foi levada adiante, pois quase abrigaria todo o município residente na época.
     Em 1986, com a fusão temporária de 14 de Julho e Gaúcho o Vermelhão ficou inativo pois o Esporte Clube Passo Fundo jogou toda a temporada no Wolmar Salton.
      A parceira entre as duas agremiações durou apenas um ano, e como o EC Passo Fundo conquistou a vaga na elite do futebol gaúcho, diz-se até hoje que o Estádio foi determinante para que o clube não retornasse ao nome de origem, GER 14 de Julho, pois perderia a vaga no Gauchão. 
     Em 2007 o clube inaugurou seu Centro de Eventos, com luxuoso salão de festas.
     Perto de completar cinquenta anos de inauguração, uma série de reformas e ampliação da capacidade são planejadas para que o Vermelhão da Serra também siga os moldes atuais de Arena, com cobertura das arquibancadas, novos vestiários e banheiros e todo com cadeiras numeradas. A previsão é que as obras se iniciem em 2016.



Primeiro lance das arquibancadas, na área que fica atrás do gol da entrada do estádio. Na foto, vereadores, secretários, o então prefeito Mário Menegaz e, mais abaixo, Hilário Rebechi e Meirelles Duarte, jornalista esportivo da rádio Passo Fundo.

Chegada das primeiras máquinas ao local em que está o Vermelhão em 1964, vendo-se, à direita, Hilário Rebechi, com Devino Ughini, Celso Busatto, Meirelles Duarte e Adriano Wordel

Vermelhão da Serra na década de 1960


Vermelhão da Serra em jogo contra o Grênio FBPA.


Bilheterias

Acesso às sociais


Nenhum comentário:

Postar um comentário