segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Estádio Vila Industrial - Carazinho

Nome: Vila Industrial
Cidade: Carazinho/RS
Endereço: Travessa Alcisio Linck, s/nº - Bairro Glória
Clube: Grêmio Atlético Glória  e Glória FBC (atualmente administrado pela FUNDESCAR)
Capacidade: 1500 espectadores
Dimensões do Gramado:
Inauguração:  17.03.1940 (15h45 min)  Glória FBC 1 X  2 Atlântico de Erechim (na época chamada José Bonifácio)
Status atual: ativo
Público recorde:
Primeiro gol: Capitão (Atlântico)

      O Estádio da Vila Industrial, construído pelo Grêmio Atlético Glória, ainda na década de 1940 abrigou grandes partidas no cenário gaúcho, principalmente nas décadas de 1950 e 1960, quando o alvi-rubro carazinhense disputou a Segunda Divisão Estadual. Viu o Glória conquistar o Campeonato Gaúcho da Segunda Divisão em 1956, que na época, a conquista da competição não garantia o direito do vencedor de disputar a divisão especial do certame gaúcho.
     Abrigou grandes clássicos municipais  com o arquirrival Veterano Futebol Clube, e com os os clubes profissionais da vizinha Passo Fundo, GER 14 de Julho, SC Gaúcho, Riograndense FBC e as equipes de Erechim, Ypiranga FC, CER Atlântico e EC 14 de Julho, que na época compunham um futebol regional de nível fortíssimo.
    Com a fusão entre os rivais Glória e Veterano, e o nascimento do Atlético, o Estádio passou a abrigar jogos do Campeonato Municipal Amador. No ano de 1987 a FUNDESCAR passou a administra-lo e mesmo hoje, pintado de verde, segue em boas condições para a prática do futebol amador, mesmo não mais existindo seu construtor, o Grêmio Atlético Glória.
    A Vila Industrial, ou "Campo do Glória" como é até hoje chamado é um patrimônio dos desportistas e faz parte da história do futebol do interior gaúcho.

Muros da parte externa do estádio
Sociais e vestiários.




Sociais do Estádio Vila Industrial.
Foto aérea do Estádio


Visão via satélite em 2011. Fonte: Google Maps

GA Glória no final da década de 1950. Ao fundo vemos as sociais do Vila Industrial, que permanecem até hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário